Um dos grandes desafios dos produtores rurais é encontrar maneiras de reduzir custos na agricultura. Muitas vezes, parece que não existe uma forma de diminuir esses custos, já que tudo é usado com eficiência. Contudo, com a aplicação de certas técnicas e a reformulação de alguns setores, é realmente possível encontrar saídas para esse problema.

O mais importante é implementar um bom planejamento e depois adotar novas práticas, maquinários, eliminar desperdícios e adotar sistemas de gestão que otimizem o trabalho administrativo. Seguindo o plano com rigor e integrando os novos recursos implementados, será muito mais fácil diminuir as perdas e aumentar a produtividade do seu negócio agrícola.

Portanto, para ajudar você nessa tarefa, reunimos algumas dicas para que você possa reduzir os custos do seu negócio. Confira!

1. Mapeie e otimize processos

Primeiro, é preciso começar com um planejamento, a fim de entender a sua operação, descobrir onde é possível agir e criar um plano de ação. Para isso, é necessário que o gestor mapeie e detalhe todos os processos que envolvem seu negócio, desde a compra, passando pela preparação do solo e a colheita, até a venda da safra. Isso vai possibilitar uma visão interna de como evitar erros e desperdícios, além de entender como esses procedimentos podem ser melhorados.

Nesse detalhamento é necessário que estejam inclusos os materiais e serviços que gastam mais, além das despesas com mão de obra e com as máquinas. Após o mapeamento, todas as informações sobre os custos estarão disponíveis e será mais fácil enxergar onde pode-se reduzir os custos. Entretanto, para evitar que algo saia errado, deve-se ter dados precisos e organizados com ordem de urgência. Desse modo, pode-se direcionar os esforços para as áreas que terão uma redução de gastos mais imediata.

2. Elimine os desperdícios na lavoura

Além do grande desperdício de mercadoria que acontece durante plantio, colheita e armazenamento, é preciso ficar de olho em todos os outros elementos que fazem parte da cadeia de produção. Isso inclui desperdício de combustível, insumos, tempo, entre muitos outros. Saber quais são as fontes de perda é um dos benefícios do mapeamento de processos, com ele em mãos, basta pensar em maneiras de reduzir esses gastos desnecessários, de acordo com a realidade do negócio.

Pense em como pode-se melhorar o manuseio na colheita, para reduzir a quantidade de alimentos perdidos. Além disso, reveja os defensores usados na lavoura e se não existem opções mais baratas e eficientes. Avalie, ainda, como o setor logístico pode ser otimizado com o auxílio de novas técnicas de armazenamento e distribuição que preservem a mercadoria por mais tempo. Nessa hora, vale pensar em soluções criativas ou buscar por elas em centros de pesquisa ou na internet.

3. Utilize os insumos adequados

Muitos produtores podem ter os tipos e marcas de insumo de sua preferência, os quais acreditam que funcionam melhor na sua lavoura. Contudo, a tecnologia avança rapidamente e as pesquisas constantes proporcionam novas opções todos os anos. Assim, pode ser que já exista uma versão mais eficiente, mais segura ou mesmo mais barata do defensor usado atualmente. Então, vale a pena pesquisar e se manter informado sobre isso.

Conheça o EmittePowered by Rock Convert

Outra fonte de desperdício da questão dos insumos é a deriva, pois além de diminuir a eficiência, há mais gasto do produto e maior chance de contaminação do meio ambiente. Assim, para aumentar a produtividade dessa operação, o ideal é determinar condições climáticas que sejam ideais para a aplicação. Isso inclui velocidade do ar, umidade, temperatura, entre outras variáveis que influenciem a atividade.

4. Use uma plataforma de emissão de nota fiscal online

A parte administrativa do negócio também pode ter pontos que ajudem na redução de custos. O tempo para executar certos processos e o retrabalho devido a erros nas ações podem ser diminuídos com a adoção de sistemas que automatizem as tarefas. Uma delas é a gestão das notas fiscais, que se não for feita corretamente pode desorganizar a administração e esconder perdas. Portanto, o recebimento e a emissão de notas deve ser gerenciado da melhor forma, isso é conseguido com uma plataforma online.

Afinal, todas as notas recebidas são guardadas na nuvem e podem ser acessadas a qualquer momento, e de qualquer lugar, por meio de um celular. Já as emitidas pela sua empresa podem ser preenchidas mais rapidamente e enviadas automaticamente para os clientes. Essas facilidades otimizam o tempo de trabalho e concedem mais precisão para o serviço de contabilidade.

5. Aplique o método lean na agricultura

Esse método idealizado no Japão é um conjunto de práticas que visa a eliminação de perdas, o aumento da eficiência dos processos e a eliminação do que não agrega valor ao produto. A intenção é deixar a produção mais enxuta, o que resulta na redução de custos do negócio. Ele se baseia na melhoria contínua e, para conseguir isso, são usados indicadores de desempenho para monitorar os resultados, usá-los para estipular novas metas e realizar melhorias para obter a excelência.

Como o objetivo dessa metodologia é a otimização constante dos processos, ele facilita a adesão a novas tecnologias ao passo em que elas surgem. Além disso, o acompanhamento se torna mais preciso e se tem noção real de como o negócio está. Para isso, devem-se adotar alguns indicadores, os mais importantes na agricultura são: o índice de produtividade; de percentual de qualidade da produção e a margem percentual de lucro em cima dos custos de produção.

6. Invista na agricultura de precisão e em novas tecnologias

Para realizar a medição correta e conseguir os dados com exatidão, o produtor precisa investir na agricultura de precisão. Ela usa recursos tecnológicos de sensores e softwares para coletar e avaliar os elementos que envolvem a produção, a fim de fornecer informações úteis para colocar o negócio sempre no nível mais elevado de produtividade. Esses dados são analisados e usados para orientar o gestor nas suas tomadas de decisão.

Outra medida para a redução de custo envolvendo a tecnologia é adotar novos equipamentos que otimizem a produção. Entre os que podem ser aplicados estão os sensores, drones, novos dispositivos de irrigação, tratores mais eficientes, além das semeadores e colheitadeiras modernas que possuem dispositivos para evitar o desperdício e potencializar o trabalho. Portanto, esses são investimentos que, além de aumentar a produção, podem reduzir muitos os gastos atuais.

Como você pôde ver, existem diversas opções para reduzir custos na agricultura. O mais importante é conhecer o negócio e estar por dentro das novas técnicas para otimizar a produção. Isso inclui um setor que pode receber menos atenção no agronegócio, o administrativo. Por isso, não se esqueça de investir na gestão de custos com um sistema online. Isso vai facilitar o gerenciamento dos processos e das notas fiscais, que podem ser enviadas automaticamente e acessadas de qualquer lugar por meio do celular.

Quer saber mais sobre benefícios de um sistema de gestão de notas fiscais? Entre contato conosco e tire todas as suas dúvidas!