Quem ou vai lidar com a logística precisa entender o que é romaneio de carga (packing list), para que serve, como fazer, entre outras informações sobre o documento. Trata-se de uma ferramenta que permite o controle das informações que o distribuidor precisa entender e gerenciar. Sua correta emissão permite atender as especificações da legislação vigente, evitando multa com a fiscalização aduaneira.

Mais do que uma obrigação, o romaneio de carga proporciona maior agilidade à logística, em especial a conferência de cargas. Continue lendo o post, entenda o que é, a importância, entre outros pontos importantes sobre o tema.

O que é romaneio de carga?

É um relatório em que ficam registradas a lista de mercadorias transportadas. Basicamente é a relação de itens contendo a descrição, quantidade e volume para o controle de quem envia e de quem recebe. Também traz informações do veículo que está transportando, quando um produto é embarcado e quando deixa o veículo.

O romaneio de carga é um documento essencial para que vai exportar ou transitar com mercadorias dentro do território nacional, no desembaraço aduaneiro do comércio internacional. O intuito é detalhar como os itens são apresentados para facilitar a identificação e localização de qualquer produto dentro de um lote. Dessa forma otimiza o processo de conferência tanto na saída quanto na chegada da carga, bem como durante sua fiscalização.

Não há um modelo nacional padrão de romaneio adotado pelas empresas, no entanto, ele costuma apresentar as seguintes informações:

  • Quantidade total de itens;
  • Peso de cada volume (líquido, bruto);
  • Características das embalagens;
  • Dimensões das unidades;
  • Identificação por ordem numérica;
  • Volume total da carga.

Embora não haja um modelo padrão oficial para o trânsito no mercado interno, para o comércio exterior ele é regido por duas legislações específicas: o Regulamento Aduaneiro e a Instrução Normativa SRF 680.

Diferentemente da Nota Fiscal e Danfe (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica), o Romaneio de Carga não apresenta dados financeiros, também não pode ser utilizado como documento fiscal, apenas os aspectos logísticos.

Como emitir?

O romaneio pode ser feito de maneira simples por meio da emissão de planilhas ou a partir de um sistema de gestão que ofereça a função. Em ambos os casos, é preciso descrever as informações essenciais para o controle eficiente, a exemplo dos elementos mencionados acima. Cada empresa pode adotar uma personalização que atenda as demandas do seu trabalho, bem como as orientações de quem vai receber a mercadoria.

Apesar de as planilhas serem funcionais, a automação de processos proporciona um diferencial competitivo, sobretudo pela exigência da prestação de serviços eficaz, reduz as chances de erros e trazem mais agilidades as operações logísticas como um todo.

Quando é necessário?

Para mercadorias que circulam no país, o romaneio é uma ferramenta facilitadora, contudo para o despacho aduaneiro é um documento obrigatório. Para a liberação da mercadoria na alfândega para entrada ou saída no país é necessário apresentar o documento com as informações detalhadas da carga.

nota fiscalPowered by Rock Convert

A não apresentação do romaneio ou emissão incorreta dos dados leva a aplicação de multa no valor de R$ 500,00 (quinhentos reais), de acordo com o inciso VIII do art. 728 do Regulamento Aduaneiro.

Quais as vantagens de entender o que é romaneio de carga?

Além de reduzir as chances de multas, a emissão correta do romaneio de carga permite um maior controle. Sem essa capacidade de organização ela fica mais suscetível a extravios, furtos e roubos de cargas. Outras vantagens do documento são:

Valoriza a imagem da marca

Sem o controle eficiente, a empresa pode transmitir uma imagem negativa para seus parceiros, de que seus processos não são eficientes e que não dá a devida atenção a eles. São detalhes que, aos poucos, podem desgastar a relação, comprometer as transações e consequentemente a sobrevivência do negócio.

Auxilia na prestação de contas

O romaneio é um relatório muito utilizado para a prestação de contas por quem está transportando, que passa a ter a responsabilidade sobre a carga após despachada. Por isso muitas empresas emitem o documento em duas vias — uma fica arquivada na empresa e a outra fica com o motorista para a conferências das entregas.

Facilita o rastreamento da carga

Caso a empresa faça uso de sistemas de rastreamento, o romaneio auxilia no controle da carga em cada uma de suas paradas. Dessa forma é possível fazer a verificação ágil das informações e dar seguimento ao transporte. O cliente também pode ter acesso às informações para saber com mais exatidão onde encontra-se sua encomenda, por exemplo.

Resguarda a companhia em um eventual sinistro

Por mais específicos que sejam os procedimentos de segurança da companhia, a capacitação dos profissionais que atuam no transporte, imprevistos podem acontecer e eventualmente, os gestores se deparam com algum acidente.

Ninguém quer que isso ocorra e, por via de regra, as transportadoras costumam se valer de um seguro de carga. Em algumas situações, a seguradora autorizar o pagamento referente a indenização dos itens extraviados ou que sofreram avarias é exigida a cópia do romaneio. Dessa forma a extensão do dano pode ser calculada com maior exatidão. Caso não seja enviada a cópia do documento, a responsabilidade passa a ser da transportadora.

Agiliza a conferência dos comprovantes de entrega

A conferência é feita de forma mais organizada, segura e simples. A equipe responsável por esse monitoramento tem em mãos um resumo do que aconteceu em cada operação, bem como a consciência da sequência de procedimentos a ser adotada. Além disso, a probabilidade de erros na entrega é praticamente mitigada, uma vez que ajuda na identificação de onde se encontra o produto no meio de transporte utilizado.

Não basta apenas conhecer o que é romaneio de carga, é preciso se valer de ferramentas que auxilie sua emissão e controle. Um emissor de notas fiscais como o oferecido pela Emitte proporciona mais agilidade aos processos fiscais da empresa, além de automatizar tarefas como a emissão do romaneio, trazendo também mais segurança às operações logísticas.

Gostou do conteúdo lido e quer saber como a solução da Emitte pode ajudá-lo no romaneio de carga? Entre em contato conosco para saber mais.