Powered by Rock Convert

Toda empresa tem dinheiro entrando e saindo constantemente. No entanto, essas movimentações financeiras não seguem um padrão. Digamos, por exemplo, você tem entradas com altos valores daqui 50 dias, mas precisa pagar seu fornecedor semana que vem. Para evitar descontroles e ficar no vermelho, é importante entender o que é fluxo de caixa.

É a partir dessa compreensão que um gestor é capaz de conseguir equilíbrio e, no exemplo dado, ter um montante suficiente para arcar com todos os pagamentos e gastos antes de entrar mais dinheiro.

Sendo assim, acompanhe a leitura e saiba o que fazer para que a sua empresa fique sempre no azul!

O que é fluxo de caixa?

O fluxo de caixa é o movimento de entradas e saídas de dinheiro de um estabelecimento. É por meio da ação de observar essas movimentações, que você consegue ter uma visão dos recebimentos que vão entrar (quais são e quando acontecerão) e dos pagamentos que sairão (quais são e quando).

Assim, você pode se prevenir e conseguir um equilíbrio maior. Isso porque, ainda que haja a previsão de receber daqui alguns dias, deixar o caixa no vermelho implica juros e, consequentemente, mais despesas.

Como fazer um controle de caixa?

Em uma planilha, organize detalhadamente informações como data, produto, pessoa responsável, impostos etc. Faça uma coluna separada para cada situação: tudo o que já foi recebido, o que já foi pago, o que a empresa ainda tem a receber e o que deve pagar.

Geralmente, as empresas fazem tabelas mensais. Dessa forma, no caso de parcelamentos, você precisará construir uma para cada mês e inserir os dados corretamente.

Conheça o EmittePowered by Rock Convert

Quais os benefícios de fazer uma boa gestão de fluxo de caixa?

Ter essa visão dos recebíveis e pagáveis traz muitas vantagens a qualquer tipo de negócio, ainda que você seja um MEI. Observe algumas.

Evitar gastos desnecessários

Um dos benefícios de entender o que é fluxo de caixa e fazer seu controle é evitar despesas inesperadas. Por exemplo, ficar alguns dias com saldo devedor demanda gastos com os quais o estabelecimento não contava, como ter de pagar juros ou fazer empréstimos para cobrir o que está faltando.

Preservar a saúde financeira da empresa

Fazer todas essas distinções é importante porque as previsões do que vão entrar não podem ser contabilizadas como certezas, já que atrasos e inadimplências, por exemplo, podem acontecer. Isso mantém o estabelecimento saudável todos os meses.

Tomar as melhores decisões financeiras

Além disso, se um empreendedor sabe exatamente o que precisa pagar, quando fará isso e os prazos que receberá dinheiro, suas decisões são mais prudentes. Por exemplo, ao perceber um possível desfalque, ele pode tentar negociar valores e datas diferentes com seus fornecedores.

Fazer a empresa crescer

Segundo um levantamento feito pelo Sebrae, 24% das empresas fecham nos 2 primeiros meses. Entre os motivos para essa mortalidade estão a falta de planejamento, a má gestão e a falta de capital e lucros. Isso pode ser evitado a partir do momento em que você consegue manter seu caixa no azul.

Dessa forma, qualquer empreendedor que deseja ver a sua empresa crescer precisa entender o que é fluxo de caixa e ter boas práticas a fim de manter a boa saúde das finanças.

Gostou do artigo? Siga-nos no Facebook e Instagram e acompanhe mais informações para ver o seu empreendimento prosperar.