Uma das maiores dificuldades de um gestor está em como fazer um planejamento financeiro da empresa. No entanto, essa ação é primordial para o aumento do lucro e a solidez do negócio.

Segundo um levantamento da Sebrae, uma das principais razões para as empresas terem fechado as portas nos seus primeiros 5 anos foi a falta de planejamento. 55%, por exemplo, não havia elaborado um plano de negócios e 50% não definiu as estratégias para evitar desperdícios.

Sendo assim, prestar atenção às finanças é primordial. Acompanhe o artigo e veja nossas dicas!

1. Determine suas metas

Já dizia o ditado: “se você não sabe aonde quer chegar, qualquer caminho serve”. As metas são nossos guias — é a partir delas que podemos definir estratégias e planos para o crescimento da empresa. Assim, elabore objetivos realistas, como o valor do ticket médio. Além disso, defina KPIs, a fim de acompanhar a performance e estudar a necessidade de mudar as atividades previstas.

2. Evite desperdícios

Além de visar a mais arrecadação financeira, é importante pensar em meios de diminuir os desperdícios. Por exemplo, em caso de entregas de produtos aos clientes, por meio de transportadoras, elabore rotas inteligentes, que possam economizar combustível. Reduzir custos com nota fiscal também pode ser um diferencial no resultado.

No estoque, tente armazenar apenas a quantidade necessária de insumos, para que não se deteriorem antes do uso. Já na rotina com os funcionários, em vez de comprar copos descartáveis, incentive cada um a levar um copo pessoal.

Conheça o EmittePowered by Rock Convert

3. Separe as contas pessoais das empresariais

Outra dica de como fazer um planejamento financeiro da empresa é separar dela suas contas pessoais. Além de manter a organização, isso facilitará o controle, pois você saberá exatamente em quais pontos o dinheiro é gasto e qual o real lucro do empreendimento. Essas informações são necessárias para que a tomada de decisão seja mais acertada.

4. Tenha bons fornecedores

A quantia que você gasta adquirindo insumos ou matérias-primas para a produção das mercadorias influencia no seu rendimento final. Ter fornecedores de confiança é favorável para o estabelecimento elaborar contratos com maiores descontos. Isso acaba gerando uma relação ganha-ganha, já que suas compras frequentes também apresentam vantagens a eles.

5. Conte com a ajuda de um software

A tecnologia está presente em praticamente todos os momentos de nossas vidas. Lidar com dinheiro é algo complicado até para quem tem costume com a área de finanças, pois é preciso ter controle e atenção. Clientes fazem compras a prazo, mas nós precisamos pagar os fornecedores nas datas corretas. Também é necessário ter certeza de que estamos pagando os devidos impostos.

Fluxo de caixa, capital de giro, balanço orçamentário: tudo é importante de ser administrado, e uma forma de facilitar isso é tendo ajuda de softwares que facilitem o monitoramento do dinheiro que entra e sai.

Descobrir como fazer um planejamento financeiro da empresa, realmente, não é das tarefas mais fáceis e prazerosas. No entanto, é relevante para manter a boa saúde das finanças e conseguir prosperar. Projetar receitas, despesas e investimentos de forma efetiva dará a você mais oportunidades de se destacar no mercado.

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e receba mais informações importantes para a otimização do seu empreendimento!