O ticket médio é um dos indicadores mais importantes para o negócio, seja físico ou virtual. A partir de sua análise, é possível planejar vendas e aquisições, entender o comportamento do consumidor e tomar decisões mais acertadas para a saúde financeira.

A estratégia como um todo pode ser beneficiada com o cálculo, aumentando os bons resultados do empreendimento. Quer saber mais? Continue lendo o texto, saiba o que é e como fazer o cálculo. Boa leitura!

O que é e como calcular o ticket médio?

O ticket médio refere-se ao valor médio gasto pelos consumidores nas compras realizadas em um estabelecimento. Ele pode ser calculado a partir do valor monetário do total de vendas de um negócio em um determinado período dividido pela quantidade de vendas concretizadas.

A fórmula é a seguinte: ticket médio = valor total das vendas / número de vendas.

Veja o exemplo:

Um determinado e-commerce, em 3 dias, fez 50 vendas, totalizando R$ 6.000. De acordo com a fórmula, temos:

ticket médio = 6000/50 = R$ 300

Nesse caso, o ticket médio será de R$ 300.

Outra forma de calcular o indicador segue a mesma lógica, mas leva em conta o faturamento total dividido pelo volume de vendas. A fórmula é a seguinte:

Conheça o EmittePowered by Rock Convert

Ticket médio = faturamento bruto / volume de vendas.

Como aumentar o ticket médio?

Agora que já sabe como calcular essa métrica, é o momento de buscar formas de aumentar o valor gasto pelos consumidores. Vamos às sugestões:

Ofereça produtos complementares

Ao oferecer produtos complementares, o negócio incentiva o cliente a gastar mais, aumenta sua satisfação e demonstra que você está presente quando ele precisa. Por isso, analise suas vendas, entenda os hábitos do seu público e não deixe de oferecer outros produtos a ele.

Crie incentivo para indicações

Pode ser um desconto, frete grátis, um brinde etc. A ideia é incentivar seus clientes a indicar seu negócio para os amigos e familiares. Assim, você aumenta sua base de clientes e incentiva novas compras.

Mantenha seus clientes mais próximos

A base mais eficiente para se trabalhar é a de clientes atuais. Ao se aproximar deles, você entende do que eles precisam, oferece soluções satisfatórias, fideliza seu público, estimula a recompra e as indicações.

Por isso, mantenha o contato por meio de telefone, e-mail, redes sociais e outros canais, para tê-los próximos e, quando for o momento de eles comprarem, sua marca já estar lá, à disposição.

Ofereça descontos progressivos

São descontos do tipo “compre 2 e leve 3” ou “compre este produto a mais com desconto”, entre outras ofertas. O intuito é estimular a compra por impulso e, dessa forma, aumentar o valor da venda. Muitos clientes não resistem a uma “pechincha”, e explorar essa possibilidade traz ganhos ao negócio.

O cálculo é só o primeiro passo, pois é possível entender um pouco mais do negócio e do comportamento dos clientes. A partir daí, oportunidades serão criadas para aumentar o volume de vendas e, consequentemente, o ticket médio.

Gostou do que leu? Aproveite e assine nossa newsletter para conhecer mais práticas eficientes e se manter atualizado. Acompanhe!