Home / Empreendedorismo

Ticket médio: entenda o que é e como calcular essa métrica

ticket médio

O ticket médio é um dos indicadores mais importantes para o negócio, seja físico ou virtual. A partir de sua análise, é possível planejar vendas e aquisições, entender o comportamento do consumidor e tomar decisões mais acertadas para a saúde financeira.

A estratégia como um todo pode ser beneficiada com o cálculo, aumentando os bons resultados do empreendimento. Quer saber mais? Continue lendo o texto, saiba o que é e como fazer o cálculo. Boa leitura!

Leia também: Indicadores financeiros: saiba o que é e quais são os principais

Afinal, o que é ticket médio?

Ticket médio é um termo usado para definir o valor de cada venda a partir de uma média geral. Basicamente, é uma métrica que serve para mensurar o valor médio que cada venda de uma empresa costuma faturar.

Vale lembrar ainda que esse indicador é feito em um determinado período, podendo servir também para diferentes produtos ou vendedores. Assim, vale considerar essas variáveis para que seja possível retirar insights úteis do indicador.

Qual a importância dessa métrica?

Com o ticket médio é possível identificar as vendas que mais trazem retorno à empresa. Pode-se dizer que, nem sempre um alto volume de vendas representa um resultado maior para a organização.

Imagine que, por exemplo, uma empresa realize 500 vendas mensais. Se cada uma dessas vendas possui o ticket médio de R$5,00, o número de vendas pode estar relativamente baixo quando o objetivo é atingir um faturamento de R$5.000.

Por outro lado, se a empresa está ciente que precisa realizar mais vendas para atingir seu objetivo, torna-se mais precisa a definição de metas. 

Basicamente, o ticket médio auxilia a interpretação do número de vendas e resultado no faturamento que um produto promove.

Outro ponto importante é que essa métrica auxilia na identificação dos melhores clientes, ou seja, os que mais geram retorno. 

Se um determinado grupo possui um ticket que representa o dobro do ticket médio da empresa, a organização pode investir mais nesse perfil de cliente, já que promove melhores resultados. 

Como calcular ticket médio?

O cálculo dessa métrica é bem simples, feito com o valor total das vendas dividido pelo número de vendas realizadas. Assim, define-se o valor médio gasto pelos clientes em cada compra feita na empresa. Acompanhe o exemplo:

Um determinado e-commerce, em 3 dias, fez 50 vendas, totalizando R$ 6.000. De acordo com a fórmula, temos:

Ticket médio = 6000/50 = R$ 300

Nesse caso, o ticket médio será de R$ 300.

Outra forma de calcular o indicador segue a mesma lógica, mas leva em conta o faturamento total dividido pelo volume de vendas. A fórmula é a seguinte:

Ticket médio = faturamento bruto / volume de vendas.

Qual o ticket médio ideal?

Não é possível estabelecer um valor fixo para o ticket médio ideal de uma empresa, já que isso depende do número de vendas e dos produtos comercializados. 

Por outro lado, é importante considerar o valor de faturamento necessário na hora de definir o ticket mais adequado. 

A exemplo, se uma empresa deseja atingir um faturamento mensal de R$50.000 e possui 200 clientes, seu ticket médio precisa ser de R$250.

Como aumentar o ticket médio?

como aumentar ticket médio

Agora que já sabe como calcular essa métrica, é o momento de buscar formas de aumentar o valor gasto pelos consumidores. Vamos às sugestões:

Ofereça produtos complementares

Ao oferecer produtos complementares, o negócio incentiva o cliente a gastar mais, aumenta sua satisfação e além disso, demonstra que você está presente quando ele precisa.

A exemplo, uma loja de eletrônicos que realiza a venda de um computador pode fornecer um mouse e teclado ao cliente. Assim, ele é incentivado a comprar mais e ainda pode usufruir melhor dos benefícios do novo produto.

Dessa maneira, analise suas vendas e entenda os hábitos do seu público. Em seguida, não deixe de oferecer outros produtos que façam sentido para melhorar a experiência com a empresa e com o produto ou serviço.

Crie incentivo para indicações

Pode ser um desconto, frete grátis, um brinde etc. A ideia é incentivar seus clientes a indicar seu negócio para os amigos e familiares, ao passo que você aumenta sua base de clientes e incentiva novas compras.

Mantenha seus clientes mais próximos

A base mais eficiente para se trabalhar é a de clientes atuais. Afinal, ao se aproximar deles, você entende do que eles precisam, oferece soluções satisfatórias, fideliza seu público, estimula a recompra e as indicações.

Por isso, mantenha o contato por meio de telefone, e-mail, redes sociais e outros canais, para tê-los próximos e, quando for o momento de eles comprarem, sua marca já estar lá, à disposição.

Ofereça descontos progressivos

São descontos do tipo “compre 2 e leve 3” ou “compre este produto a mais com desconto”, entre outras ofertas.

O intuito é estimular a compra por impulso e, dessa forma, aumentar o valor da venda. Muitos clientes não resistem a uma “pechincha”, e explorar essa possibilidade traz ganhos ao negócio.

Incentive a recompra

Se um cliente já adquiriu e aprovou seu produto, torna-se muito mais simples vender novamente para ele do que conquistar um novo consumidor. 

Por isso, é possível aumentar o ticket médio de seu público com programas que aumentem as taxas de recompra. 

Para isso, você pode considerar o período em que o cliente precisará novamente do seu produto, facilitando o processo de compra ou oferecendo descontos na segunda vez.

Isso pode ser perfeito para salões de beleza, oficinas, perfumarias e outras lojas que ofereçam consumíveis. 

Um exemplo para a perfumaria que deseja a recompra de seus clientes pode ser oferecer um desconto para o mesmo produto ao longo do ano. 

recompra e ticket médio

Aproveite períodos sazonais

As datas comemorativas e outros períodos do ano são uma excelente oportunidade para turbinar as vendas. 

Uma sorveteria, por exemplo, costuma ter seu ticket médio aumentado no verão. Pensando nisso, o estabelecimento pode fazer promoções e outras ações que expandam ainda mais suas vendas nesse período propício.

As vendas de datas comemorativas, como dia das mães e dia das crianças também podem ser muito exploradas pelas empresas. Sem muitos custos, as promoções podem ampliar as vendas e aumentar o aproveitamento dessas épocas.

Faça promoções

A maneira mais simples de aumentar as vendas e o seu ticket médio é promover descontos e outras promoções aos consumidores. Com isso, é possível deixá-los mais à vontade para comprar mais e até mesmo mais vezes.

É possível, ainda, explorar os produtos com menos taxas de venda e realizar promoções para melhorá-las. Dessa maneira, a empresa pode melhorar as vendas que estão mais fracas.

De forma oposta, também é possível realizar promoções para os produtos mais estratégicos dessa métrica. 

Como já apresentam muito retorno, a promoção pode agir como potencializador, aumentando as vendas e ticket desse elemento. 

Agregue valor aos seus produtos ou serviços

Agregar valor à marca ou organização é a forma mais efetiva de aumentar o ticket médio do produto. 

Grandes empresas, como Nubank e iFood, investem fortemente em seu marketing e na experiência do cliente para agregar valor aos seus produtos e serviços.

Além de aumentar a popularidade da organização, essas ações melhoram muito a visão do cliente sobre o produto ou serviço. Assim, o negócio não só aumenta suas vendas como também o valor de cada produto comercializado. 

Para começar, você pode investir no relacionamento e diálogo com seu consumidor. Uma forma gratuita de fazer isso é utilizando as redes sociais e técnicas de marketing que se encaixem na empresa.

marketing e redes sociais agregar valor

Precificação de produtos: conheça 4 métodos e dicas para fazer

Conclusão

O ticket médio é um indicador muito importante para identificar clientes e produtos que mais agregam ao estabelecimento. 

Ao acompanhar essa métrica, é possível entender muito melhor o valor real das vendas feitas na empresa.

Além disso, aumentar esse medidor faz com que os negócios sejam cada vez mais vantajosos para o faturamento da empresa. 

Por outro lado, caso esteja muito baixo, o estabelecimento também pode identificar e tomar medidas que melhorem o ticket médio de determinados produtos.

De qualquer maneira, é preciso ter em mente que o cálculo e identificação do ticket médio é apenas o passo inicial. Em seguida, é muito importante tomar medidas que ampliem o valor de vendas e melhorem a experiência do cliente com o negócio.

Para um melhor acompanhamento de vendas, você pode ainda contar com o Emitte, um sistema muito efetivo para a emissão de notas fiscais e controle financeiro.

Equipe Emitte

Somos apaixonados em aprender, ensinar e compartilhar conteúdo de qualidade para que o empreendedor continue evoluindo. Acreditamos que juntos podemos alcançar o sucesso através do conhecimento!

Pressione ESC para sair