Home / Contabilidade

Como protestar um boleto e ter sucesso na recuperação do crédito?

com-quantos-dias-pode protestar um boleto

Ao aprender a como protestar um boleto, você pode usar esse recurso para recuperar crédito de devedores.

Afinal, atrasos nos pagamentos causam impactos financeiros a quem está esperando receber o dinheiro na data combinada, concorda?

Então, se após tentar negociar amigavelmente com um cliente o pagamento de uma dívida e não tiver sucesso, neste artigo nós te ajudamos a como protestar um boleto vencido.

Vem com a gente!

O que significa protestar uma dívida?  

O ato de protestar uma dívida nada mais é que uma forma de cobrança extrajudicial, regulada pela Lei Federal 9.492/97.

Ou seja, se trata de uma forma eficiente de recuperar as dívidas inadimplentes.

Assim que você abre um protesto, a pessoa que te deve tem até três dias úteis para realizar o pagamento em cartório.

Se nesse período a dívida não for quitada, o devedor é protestado, com um registro nos livros do cartório que só será cancelado quando o valor em aberto for pago.

Ou seja, podemos considerar o protesto de dívida um processo formal, aberto em um Cartório de Protesto de Títulos, para fazer a comprovação de inadimplência de uma pessoa física ou jurídica, com a finalidade de recuperar o dinheiro.

Como funciona o protesto de boleto bancário?

boleto em protesto

Para saber como protestar um boleto, é preciso entender como funciona o protesto na prática.

Primeiro, o credor deve levar o título vencido e os comprovantes da dívida até o cartório. Esses comprovantes podem ser notas fiscais, faturas e afins.

Com eles, o credor apresenta os dados do devedor e é iniciado o processo de cobrança, caso a solicitação seja aceita pelo tabelião.

Na sequência, a pessoa inadimplente irá receber uma intimação e terá o prazo de três dias úteis para quitar a dívida com as taxas do cartório.

Se dentro de três dias o devedor não pagar o cartório, ele terá que acertar as contas pessoalmente com o credor.

Feito isso, ele pode ir até o cartório com o comprovante de quitação da dívida e pedir para o protesto ser cancelado.

Caso nenhuma das opções de quitação da dívida sejam feitas pelo devedor, ele será negativado e enfrentará problemas para conseguir crédito, fazer financiamentos e até mesmo alugar imóveis.

Quando é possível realizar o protesto 

Conseguiu entender melhor como protestar um boleto? Ainda está com dúvidas de quando é possível tomar essa atitude? Então nós te explicamos! 

Embora a lei diga que você pode protestar um boleto a partir da data de seu vencimento, o recomendável é que antes de partir para essa alternativa, você faça uma cobrança direta ao devedor.

Essa cobrança direta pode ser por telefone, e-mail, mensagem no WhatsApp e afins.

Afinal, às vezes é comum que a pessoa apenas tenha esquecido de realizar o seu pagamento, então é importante fazer um alerta e ver se ela está aberta a negociar.

Mas se mesmo após esse contato direto a dívida não for paga em até 30 dias, você já pode começar a considerar o protesto para ter o seu dinheiro recuperado.

Então, se você não vê outra saída para ter sua dívida paga, considere nossas dicas de como protestar um boleto.

Consequências para o inadimplente

Como você viu até agora, o protesto é uma maneira formal de reconhecimento de inadimplência de uma pessoa.

E embora ela não te dê total garantia de que sua conta será paga, ela é uma tática eficiente para pressionar o devedor a quitar a dívida que tem com você.

Assim, a primeira consequência para o inadimplente é receber uma intimação e um prazo de três dias úteis para quitar a dívida.

Caso ele ignore essa intimação, ele será negativado e terá problemas para conseguir crédito, fazer financiamento e alugar imóveis.

Como protestar um boleto vencido?

Abaixo, te ensinamos um passo a passo de como protestar um boleto vencido. Confira!

Una todos os documentos que comprovem a dívida

Para provar que existe uma dívida, você precisa juntar todos os documentos que a comprovem.

Você pode unir o boleto, uma duplicata, contrato, nota fiscal e até mesmo o comprovante de entrega da mercadoria, se esse for o caso.

Nesta fase, você também irá precisar de todos os dados pessoais do seu devedor.

Faça o registro da solicitação em um cartório especializado

Documentos separados, é hora de ir até um cartório de protesto ou tabelionato de notas e protesto de títulos.

É preciso apenas ficar atento à obrigatoriedade do cartório estar localizado na mesma praça da cobrança.

No mais, alguns estados como São Paulo permitem que você proteste títulos online, pela Central de Protesto.

Dê início a cobrança após análise

Se o cartório ou tabelionato decidirem que está tudo correto com a documentação e a cobrança, você irá preencher um formulário que formaliza o protesto e então dá início ao protesto.

Na sequência, seu devedor irá receber uma notificação para quitar a dívida em até três dias úteis.

Se ele ignorar esse prazo, o nome dele ficará sujo e ele deverá acertar os valores diretamente com você.

Caso ocorra esse acerto direto e ele pague o que deve, você pode emitir uma autorização de cancelamento do protesto e o nome dele volta a ficar limpo.

Protestar ou negativar: diferenças e por qual optar 

como funciona o protesto de um boleto

A negativação se trata do envio das informações de não pagamento ao Serasa, deixando a pessoa que deve negativada.

Já o protesto, como você viu ao longo deste artigo, se trata do envio dessas informações de dívida para o cartório.

Em linhas gerais, o protesto é considerado uma forma de recuperação de crédito mais eficaz, que tem como objetivo provar a inadimplência, enquanto a negativação tem como objetivo colocar o devedor nos bancos de dados privados.

Além do mais, como informamos aqui, o protesto envia uma notificação para a pessoa que te deve, exigindo o pagamento da dívida em até três dias úteis.

Já com a negativação, na maioria das vezes, o devedor só sabe que está negativado quando tenta fazer uma nova compra.

Assim, ele não tem uma chance de quitar a dívida antes de ter o nome inserido no cadastro dos órgãos de proteção ao crédito.

Além do mais, a negativação pode caducar e o protesto não, pois ele mantém a dívida no cartório até que o pagamento seja realizado.

Outro ponto a favor do protesto é que a pessoa, física ou jurídica, pode consultar de forma gratuita a existência de protestos em qualquer CPF, basta acessar esse site.

Conclusão

Nossa missão com esse artigo era te ensinar a como protestar um boleto e mostrar que esse pode ser um ótimo recurso para cobrar inadimplências. 

Como nós falamos, esse ato é uma forma de cobrança extrajudicial, regulada pela Lei Federal 9.492/97, que exige que o devedor pague sua dívida em até três dias úteis.

O passo a passo de como protestar um boleto vencido envolve a união de todos os documentos que comprovem a dívida, o registro da solicitação em um cartório especializado e a intimação ao devedor.

Então, se você esgotou todas as tentativas de acordo e negociação com o seu devedor, considere essa alternativa para recuperar seu crédito.

Equipe Emitte

Somos apaixonados em aprender, ensinar e compartilhar conteúdo de qualidade para que o empreendedor continue evoluindo. Acreditamos que juntos podemos alcançar o sucesso através do conhecimento!

Pressione ESC para sair